Brasil x China: Uma Questão de Eficiência

Publicado em 12 fevereiro 2014

20 comentários

São incríveis a nossa morosidade, lerdeza e falta de eficiência na implementação das grandes obras e dos investimentos estratégicos exigidos pelo desenvolvimento nacional ou para espantar a paralisia que nos assola. Nem sempre são os empreendimentos em si que andam no ritmo de lesma. Muitas vezes è a necessidade de revisão de diretrizes políticas ou de mudanças nos parâmetros de planejamento e gestão, incluindo o balizamento legal e regulamentar, que resulta na interminável postergação de investimentos já consensados e aguardados pela sociedade. Exemplos não faltam e dariam para encher muitas laudas, mesmo que se tentasse listar apenas empreendimentos atrasados em muitas décadas: rodoanel de São Paulo, metrô de Belo Horizonte, ampliação e melhoria do Porto de Santos, duplicação e modernização da rodovia BR-381, etc. É preciso que o fantasma do racionamento energético volte a nos assombrar para lembrarmos que nenhum passo concreto foi dado adiante na revisão da nossa política setorial e na remoção dos empecilhos que destaquei neste mesmo blog, nos tópicos "Insegurança Hidrelétrica (1) e (2)".


Por trás de tudo isso, está uma inexplicável dificuldade de gestão dos empreendimentos públicos, incluindo a remoção da infernal burocracia, a continuidade das metas e prioridades de Estado em mandatos sucessivos (nos níveis federal, estadual e municipal), a fiscalização e o controle orçamentário rigoroso da execução das obras e a elaboração prévia de bons projetos (com a tecnologia adequada e com o detalhamento necessário).


Embora esses problemas não sejam uma exclusividade nacional, as coisas estão muito piores por aqui. Já tive a oportunidade de examinar neste espaço, alguns resultados do cotejo entre a nossa realidade nacional e a de países em nível superior de desenvolvimento, como os da União Européia, o Japão, a Coréia do Sul, os EUA e o Canadá. Para que não se considere que as nossas mazelas só aparecem no confronto com países de economia tradicionalmente capitalista e que se apóiam na existência do livre mercado, resolvi destacar, desta vez, o cotejo da nossa situação com a da China, que ainda se declara formalmente comunista e onde o Estado tem uma presença fortíssima.


Em visita recente à China interessei-me especialmente por esse aspecto, qual seja, a rapidez na consecução dos empreendimentos que materializam o estágio de desenvolvimento alcançado por aquele país. Na medida do possível, pesquisei esse assunto in loco. Constatei que a grande maioria deles foi completamente executada segundo cronogramas muito mais exigentes e curtos do que os nossos. E não estou me referido apenas às obras executadas para abrigar as Olimpíadas de Pequim. Esse mesmo padrão estava sendo observado, também, após o evento esportivo mundial, em grandes sistemas ferroviários, na construção de importantes canais de navegação interior ou intercostal, e na edificação de hidrelétricas e aeroportos, entre outros investimentos.


A característica ou explicação para esse sucesso era quase sempre uma unanimidade: a forte determinação política e a gestão rigorosa dos empreendimentos. Pude averiguar, também, que boa parte dos investimentos mais significativos era concebida por empresas de engenharia europeias, americanas e canadenses ou por escritórios de arquitetura de renome mundial, fazendo com que as obras resultassem na incorporação das tecnologias mais avançadas.


Temos que refletir sobre o exemplo chinês, não só porque, num primeiro momento, a simples execução desses investimentos estimula o crescimento imediato do PIB, como também pelo fato de que, a sua conclusão aumenta sustentavelmente a produtividade da economia e a competitividade da indústria local. Em resumo, independentemente da matriz política ou doutrinária dos diversos países, os mais bem sucedidos são sempre aqueles que buscam a conclusão dos seus empreendimentos com determinação, vontade política e eficiência de gestão.

  • COMPARTILHE:

20 comentários para "Brasil x China: Uma Questão de Eficiência"

Priscila
Priscila disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
Priscila - Imóveis Guarulhos
Priscila - Imóveis Guarulhos disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
Priscila - Imóveis João Pessoa
Priscila - Imóveis João Pessoa disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
Priscila - Imóveis Maceió
Priscila - Imóveis Maceió disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
Priscila - Imóveis Pontal do Paraná
Priscila - Imóveis Pontal do Paraná disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
Priscila - Imóveis Vitória
Priscila - Imóveis Vitória disse: 12 fevereiro 2014
Temos mesmo que seguir o exemplo da China, ela é muito atualizada e obdiente e principalmente pontual, já o Brasil sempre teve a fama de deixar tudo para a ultima hora e podemos confirmar isso com todas essas obras para a Copa do Mundo e Olimpíadas, e ainda entregam tudo atrasado, é tão vergonhoso, seria tão bom morar num país em que não tivesse tanta burocracia e preguiça.
werbeth
werbeth disse: 12 fevereiro 2014
caro amigo diretor, o primeiro passo para o fracasso e o recresço na atividade de qualquer empreendedor de sucesso inicia-se a partir do momento que ele começa a delegar funções aos seus cooperados deliberadamente.Exemplo de um padeiro de sucesso com pouco recurso que tinha na época fazia sua propaganda em papelões\nescrito a mão com uma péssima caligrafia,Anunciando os valores de seus pães,acada 50 mts posta seu anuncio.Dessa maneira criou seus filhos um deles conseguiu cursa a faculdade de e se forma em economia,um belo dia surpreendido com a visita do filho já estudado letrado doutorado do saber tudo."retruca seu humilde pai por até essa data utilizar a mesma tecnica de vendas e propagação de seu produto"surpreso o pai pergunta o filho oque tem de errado em seu trabalho pois foi assim que havia conseguido levantar recurso e dar bons estudos e uma boa educação,o filho responde a ele_Pai você não vê televisão,O BRASIL TA EM CRISE.pai analfabeto sem intender nada deu ouvido ao filho letrado do saber.sentou se com o filho em frente uma tv e começou a da importância os fatos negativos relatados no noticiários tv,radio,internet, em fim surpreso com um mundo a qual não estava acostuma ver o pai começou a dar ouvido ao filho sobre a importância da crise do brasil,relatando os fatos assistidos na tv comentava a importância da crise no brasil para seus amigos frequentadores de muitas datas em seu bar café.Deixou de acorda cedo para levar seus pães aos clientes fies pois o valor que vendia não éra o bastante para o serviço oferecido,Deixou de anunciar seus humilde panfletos,pois para ele isso não havia mais importância,Deixou de fazer pão de qualidade pondo menos fermento e diminuindo o tamanho e qualidade do produto aos seus fregueses.Assim foi fazendo por longo período na tentativa de menas quantidade e ter mesmo valor de lucro de antigamente. Esse foi seu primeiro passo ao fracasso os clientes insatisfeito começarão deixar de ir ao seu bar café como fazia anteriormente antes dele se importa com a CRISE DO BRASIL E DAR OUVIDO AO SEU FILHO.assim começou acada dia uma nova conta,nova promissória,e produtos vencendo na pratilheira e sem cliente para comprar.\nMORAL DA HISTORIA,NÃO PRECISAMOS SAIR DO BRASIL E ATÉ A CHINA PARA VER A DIFERENÇA DA NOSSA CULTURA E QUALIDADE DE VIDA.\ndevemos valorizar nossos clientes como pessoas (...).
werbeth mrv
werbeth mrv disse: 12 fevereiro 2014
caro amigo diretor, o primeiro passo para o fracasso e o recresço na atividade de qualquer empreendedor de sucesso inicia-se a partir do momento que ele começa a delegar funções aos seus cooperados deliberadamente.Exemplo de um padeiro de sucesso com pouco recurso que tinha na época fazia sua propaganda em papelões\nescrito a mão com uma péssima caligrafia,Anunciando os valores de seus pães,acada 50 mts posta seu anuncio.Dessa maneira criou seus filhos um deles conseguiu cursa a faculdade de e se forma em economia,um belo dia surpreendido com a visita do filho já estudado letrado doutorado do saber tudo."retruca seu humilde pai por até essa data utilizar a mesma tecnica de vendas e propagação de seu produto"surpreso o pai pergunta o filho oque tem de errado em seu trabalho pois foi assim que havia conseguido levantar recurso e dar bons estudos e uma boa educação,o filho responde a ele_Pai você não vê televisão,O BRASIL TA EM CRISE.pai analfabeto sem intender nada deu ouvido ao filho letrado do saber.sentou se com o filho em frente uma tv e começou a da importância os fatos negativos relatados no noticiários tv,radio,internet, em fim surpreso com um mundo a qual não estava acostuma ver o pai começou a dar ouvido ao filho sobre a importância da crise do brasil,relatando os fatos assistidos na tv comentava a importância da crise no brasil para seus amigos frequentadores de muitas datas em seu bar café.Deixou de acorda cedo para levar seus pães aos clientes fies pois o valor que vendia não éra o bastante para o serviço oferecido,Deixou de anunciar seus humilde panfletos,pois para ele isso não havia mais importância,Deixou de fazer pão de qualidade pondo menos fermento e diminuindo o tamanho e qualidade do produto aos seus fregueses.Assim foi fazendo por longo período na tentativa de menas quantidade e ter mesmo valor de lucro de antigamente. Esse foi seu primeiro passo ao fracasso os clientes insatisfeito começarão deixar de ir ao seu bar café como fazia anteriormente antes dele se importa com a CRISE DO BRASIL E DAR OUVIDO AO SEU FILHO.assim começou acada dia uma nova conta,nova promissória,e produtos vencendo na pratilheira e sem cliente para comprar.\nMORAL DA HISTORIA,NÃO PRECISAMOS SAIR DO BRASIL E ATÉ A CHINA PARA VER A DIFERENÇA DA NOSSA CULTURA E QUALIDADE DE VIDA.\ndevemos valorizar nossos clientes como pessoas (...).
werbeth ribeiro
werbeth ribeiro disse: 12 fevereiro 2014
caro amigo diretor, o primeiro passo para o fracasso e o recresço na atividade de qualquer empreendedor de sucesso inicia-se a partir do momento que ele começa a delegar funções aos seus cooperados deliberadamente.Exemplo de um padeiro de sucesso com pouco recurso que tinha na época fazia sua propaganda em papelões\nescrito a mão com uma péssima caligrafia,Anunciando os valores de seus pães,acada 50 mts posta seu anuncio.Dessa maneira criou seus filhos um deles conseguiu cursa a faculdade de e se forma em economia,um belo dia surpreendido com a visita do filho já estudado letrado doutorado do saber tudo."retruca seu humilde pai por até essa data utilizar a mesma tecnica de vendas e propagação de seu produto"surpreso o pai pergunta o filho oque tem de errado em seu trabalho pois foi assim que havia conseguido levantar recurso e dar bons estudos e uma boa educação,o filho responde a ele_Pai você não vê televisão,O BRASIL TA EM CRISE.pai analfabeto sem intender nada deu ouvido ao filho letrado do saber.sentou se com o filho em frente uma tv e começou a da importância os fatos negativos relatados no noticiários tv,radio,internet, em fim surpreso com um mundo a qual não estava acostuma ver o pai começou a dar ouvido ao filho sobre a importância da crise do brasil,relatando os fatos assistidos na tv comentava a importância da crise no brasil para seus amigos frequentadores de muitas datas em seu bar café.Deixou de acorda cedo para levar seus pães aos clientes fies pois o valor que vendia não éra o bastante para o serviço oferecido,Deixou de anunciar seus humilde panfletos,pois para ele isso não havia mais importância,Deixou de fazer pão de qualidade pondo menos fermento e diminuindo o tamanho e qualidade do produto aos seus fregueses.Assim foi fazendo por longo período na tentativa de menas quantidade e ter mesmo valor de lucro de antigamente. Esse foi seu primeiro passo ao fracasso os clientes insatisfeito começarão deixar de ir ao seu bar café como fazia anteriormente antes dele se importa com a CRISE DO BRASIL E DAR OUVIDO AO SEU FILHO.assim começou acada dia uma nova conta,nova promissória,e produtos vencendo na pratilheira e sem cliente para comprar.\nMORAL DA HISTORIA,NÃO PRECISAMOS SAIR DO BRASIL E ATÉ A CHINA PARA VER A DIFERENÇA DA NOSSA CULTURA E QUALIDADE DE VIDA.\ndevemos valorizar nossos clientes como pessoas (...).
werbeth ribeiro dos inocentes
werbeth ribeiro dos inocentes disse: 12 fevereiro 2014
caro amigo diretor, o primeiro passo para o fracasso e o recresço na atividade de qualquer empreendedor de sucesso inicia-se a partir do momento que ele começa a delegar funções aos seus cooperados deliberadamente.Exemplo de um padeiro de sucesso com pouco recurso que tinha na época fazia sua propaganda em papelões\nescrito a mão com uma péssima caligrafia,Anunciando os valores de seus pães,acada 50 mts posta seu anuncio.Dessa maneira criou seus filhos um deles conseguiu cursa a faculdade de e se forma em economia,um belo dia surpreendido com a visita do filho já estudado letrado doutorado do saber tudo."retruca seu humilde pai por até essa data utilizar a mesma tecnica de vendas e propagação de seu produto"surpreso o pai pergunta o filho oque tem de errado em seu trabalho pois foi assim que havia conseguido levantar recurso e dar bons estudos e uma boa educação,o filho responde a ele_Pai você não vê televisão,O BRASIL TA EM CRISE.pai analfabeto sem intender nada deu ouvido ao filho letrado do saber.sentou se com o filho em frente uma tv e começou a da importância os fatos negativos relatados no noticiários tv,radio,internet, em fim surpreso com um mundo a qual não estava acostuma ver o pai começou a dar ouvido ao filho sobre a importância da crise do brasil,relatando os fatos assistidos na tv comentava a importância da crise no brasil para seus amigos frequentadores de muitas datas em seu bar café.Deixou de acorda cedo para levar seus pães aos clientes fies pois o valor que vendia não éra o bastante para o serviço oferecido,Deixou de anunciar seus humilde panfletos,pois para ele isso não havia mais importância,Deixou de fazer pão de qualidade pondo menos fermento e diminuindo o tamanho e qualidade do produto aos seus fregueses.Assim foi fazendo por longo período na tentativa de menas quantidade e ter mesmo valor de lucro de antigamente. Esse foi seu primeiro passo ao fracasso os clientes insatisfeito começarão deixar de ir ao seu bar café como fazia anteriormente antes dele se importa com a CRISE DO BRASIL E DAR OUVIDO AO SEU FILHO.assim começou acada dia uma nova conta,nova promissória,e produtos vencendo na pratilheira e sem cliente para comprar.\nMORAL DA HISTORIA,NÃO PRECISAMOS SAIR DO BRASIL E ATÉ A CHINA PARA VER A DIFERENÇA DA NOSSA CULTURA E QUALIDADE DE VIDA.\ndevemos valorizar nossos clientes como pessoas (...).
werbethmrv
werbethmrv disse: 12 fevereiro 2014
caro amigo diretor, o primeiro passo para o fracasso e o recresço na atividade de qualquer empreendedor de sucesso inicia-se a partir do momento que ele começa a delegar funções aos seus cooperados deliberadamente.Exemplo de um padeiro de sucesso com pouco recurso que tinha na época fazia sua propaganda em papelões\nescrito a mão com uma péssima caligrafia,Anunciando os valores de seus pães,acada 50 mts posta seu anuncio.Dessa maneira criou seus filhos um deles conseguiu cursa a faculdade de e se forma em economia,um belo dia surpreendido com a visita do filho já estudado letrado doutorado do saber tudo."retruca seu humilde pai por até essa data utilizar a mesma tecnica de vendas e propagação de seu produto"surpreso o pai pergunta o filho oque tem de errado em seu trabalho pois foi assim que havia conseguido levantar recurso e dar bons estudos e uma boa educação,o filho responde a ele_Pai você não vê televisão,O BRASIL TA EM CRISE.pai analfabeto sem intender nada deu ouvido ao filho letrado do saber.sentou se com o filho em frente uma tv e começou a da importância os fatos negativos relatados no noticiários tv,radio,internet, em fim surpreso com um mundo a qual não estava acostuma ver o pai começou a dar ouvido ao filho sobre a importância da crise do brasil,relatando os fatos assistidos na tv comentava a importância da crise no brasil para seus amigos frequentadores de muitas datas em seu bar café.Deixou de acorda cedo para levar seus pães aos clientes fies pois o valor que vendia não éra o bastante para o serviço oferecido,Deixou de anunciar seus humilde panfletos,pois para ele isso não havia mais importância,Deixou de fazer pão de qualidade pondo menos fermento e diminuindo o tamanho e qualidade do produto aos seus fregueses.Assim foi fazendo por longo período na tentativa de menas quantidade e ter mesmo valor de lucro de antigamente. Esse foi seu primeiro passo ao fracasso os clientes insatisfeito começarão deixar de ir ao seu bar café como fazia anteriormente antes dele se importa com a CRISE DO BRASIL E DAR OUVIDO AO SEU FILHO.assim começou acada dia uma nova conta,nova promissória,e produtos vencendo na pratilheira e sem cliente para comprar.\nMORAL DA HISTORIA,NÃO PRECISAMOS SAIR DO BRASIL E ATÉ A CHINA PARA VER A DIFERENÇA DA NOSSA CULTURA E QUALIDADE DE VIDA.\ndevemos valorizar nossos clientes como pessoas (...).
ANJELO DA COSTA ENTO
ANJELO DA COSTA ENTO disse: 13 fevereiro 2014
Concordo em gênero, número e grau com o ponto de vista abalizado deste lúcido empresário da Construção, onde faz uma abalizada comparação entre BRASIL X CHINA.
Fiquei feliz em saber que o empresariado brasileiro está abrindo os olhos para a "LERDEZA" dos governos (Federal, Estaduais e Municipais), fruto da ausência de planejamento.
Em novembro de 2004, estive em Changai, passando por Pequim, para participar do II Encontro Mundial de Engenheiro e tive a oportunidade de constatar a operosidade do Governo Chinês.

Anjelo da Costa Neto
Eng. Civil
ANJELO DA COSTA ENTO
ANJELO DA COSTA ENTO disse: 13 fevereiro 2014
Concordo com o ponto de vista abalizado deste lúcido empresário da Construção, onde faz uma abalizada comparação entre BRASIL X CHINA.
Fiquei feliz em saber que o empresariado brasileiro está de olhos abertos para a "LERDEZA" dos governos (Federal, Estaduais e Municipais), fruto da ausência de planejamento.
Em novembro de 2004, estive em Changai, passando por Pequim, para participar do II Encontro Mundial de Engenheiro e tive a oportunidade de constatar a operosidade do Governo Chinês.

Anjelo da Costa Neto
Eng. Civil
JARBAS MADUREIRA DUARTe
JARBAS MADUREIRA DUARTe disse: 14 fevereiro 2014
O BRASIL,é eficiente no quesito de cobrar impostos.A carga tributária escravisa a massa trabalhadora. Nos trabalhamos para pagar impostos e juros. Compare o preço de um imóvel no exterior com um imóvel no BRASIL. Sem soma de dúvidas, além de ser mais barato, e mais fácil de comprar a infra estrutura das cidades tem mais qualidade de vida. Mas somos brasileiros e não desistimos de lutar.As mudanças são singelas mas acontecem acreditem. JARBAS M. DUARTe
EVELYN CHRISTINE PAUL BAUER
EVELYN CHRISTINE PAUL BAUER disse: 18 fevereiro 2014
RUA 971 Baln Camboriu/SC
Prezado Sr Menin. Entendo seu desapontamento assim como dos colegas colaboradores neste chat. Entretanto, vejo que mediante desafios crescem habilidades de lidar com o inusitado e dificuldades, questiono: aceitaria convite para investir em moradias populares na África, proporcionando incremento da mão de obra local e moradias para os mais necessitados ?
Ralph
Ralph disse: 20 fevereiro 2014
Com mão de obra extremamente barata fica fácil. É cultural na China aceitar a semi escravidão. A muralha da China tem um cemitério de escravos e semi escravos de cada lado da muralha e ao longo dela.
Rogerio Machado
Rogerio Machado disse: 21 fevereiro 2014
Prezado Rubens,
Acompanho o seu blog faz algum tempo. Você - apesar de sempre abordar temas de interesse - é muito "cuidadoso" em assuntos onde o nosso (des) governo tem grande responsabilidade. Claro, temos sérias dificuldades "culturais" - mas as piores aparecem exatamente nas ações (ou na inércia) do (des) governo e na nossa timidez para "dar nomes aos bois". Enquanto continuarmos com essa postura (culturalmente?) "tímida", NADA vai mudar!! Vamos, então, ser claros: estou falando de corrupção, incompetência, apadrinhamento de cúmplices e outras mazelas. Na China, políticos e funcionários corruptos vão pra cadeia, aqui, os mensaleiros estão tirando "férias", nosso ex presidente faz "advocacia pública" disfarçada de "consultoria", seu filho ficou milionário da noite pro dia, juízes corruptos recebem fartas aposentadorias e por ai vai! COMO PODE? A classe empresarial - desunida - continua achando que está se dando bem com (des) governos corruptos!? Com juízes vendidos!? E o povo, amordaçado e algemado pela teia do poder, se se revoltar, como na Venezuela, pode terminar seus dias na cadeia!! Quem PODE tem a obrigação de FAZER!! "Empresários, uni-vos!" - sem união não se vai mudar a Lei feita por e para proteger bandidos! Nem se vai conseguir submeter os (des) governos e seus cumplices à força da (nova) Lei.

..

Deixe uma resposta O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Renda Per Capita Líquida

Publicado em 08 março 2017

O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – acaba de divulgar os resultados principais das contas nacionais do exercício de 2016, quais sejam, o PIB – Produto Nacional Bruto e seus derivados diretos. O PIB, na realidade, corresponde à soma de todas as riquezas produzidas dentro do território nacional (desconsiderados os recebimentos recebidos do e as remessas enviadas para o exterior). Essa variável inclui...
Leia mais »

2017 vem aí!

Publicado em 29 dezembro 2016

3 comentários

É fácil aferir o sentimento dos brasileiros acerca do ano que está terminando. À medida que se aproxima o dia da virada de exercício, as manifestações, íntimas ou públicas, da grande maioria dos nossos patrícios só variam na forma ou no adjetivo de qualificação, mas, em geral, quase todas convergem para uma constatação fortemente depreciativa: vai-se embora um ano que não deixa saudades! De fato, foi um ano em que vivemos turbulências políticas e desastres econômicos sucessivos, que acabaram...
Leia mais »

Excesso de Justiça Não é Coisa Boa

Publicado em 31 agosto 2016

1 comentários

Existe uma enorme diferença entre uma sociedade estruturada com base em relações justas entre os cidadãos, com a observância geral dos direitos e sem a prepotência imposta pelos mais fortes, e outra em que os mecanismos de Estado utilizados para garantir essas mesmas relações justas e isonômicas são excessivamente exigidos, apresentam-se permanentemente congestionados e funcionam com intensidade além das expectativas razoáveis. Na primeira hipótese, temos uma situação equilibrada e saudável,...
Leia mais »

Juros Altos: Como Enfrentar Esse Inimigo

Publicado em 25 maio 2016

Antes de 1994, quando a URV (Unidade Real de Valor) foi substituída definitivamente pelo Real (a nova moeda que circula até hoje), a inflação era, de longe, o maior inimigo dos brasileiros e de nossa economia. De fato, àquela altura (junho de 1994), a inflação mensal era de 47,43% e a inflação anual alcançava o inacreditável patamar de 4.922%. Ou seja, o preço de todos os bens ou serviços subia quase 50% em um único mês, entre dois recebimentos consecutivos do mesmo salário!  Essa balbúrdia...
Leia mais »

Mazelas da Indústria

Publicado em 13 abril 2016

2 comentários

Os diversos fatores (internos e externos) que concorreram para debilitar a economia brasileira no momento atual combinam-se de maneira diferenciada em sua ação deletéria pelos diversos setores e segmentos. Por isso, algumas atividades acusaram mais rapidamente os seus efeitos. Também por isso, outros segmentos foram afetados mais fortemente. No presente tópico, quero destacar especificamente o comportamento do setor industrial nessa época de crise e alinhavar algumas das características...
Leia mais »