Problemas na Gestão do Tempo

Publicado em 07 novembro 2013

15 comentários

É quase uma unanimidade a queixa de que o tempo está passando cada vez mais rapidamente e de que, por causa disso, estamos perdendo ou diminuindo o usufruto daqueles momentos mais prazerosos e obrigatórios, como o convívio com a família, o lazer individual ou compartilhado com os filhos e o cultivo das boas amizades.


Muitas causas são apontadas junto com essa queixa, incluindo, por exemplo, o número exagerado de mensagens eletrônicas a ler ou a responder (com pouca ou nenhuma utilidade), a quantidade de telefonemas que nos assolam (especialmente com ofertas de telemarketing), a quantidade de pedidos de reunião ou de consulta (a maior parte das quais, absolutamente desnecessária), etc. Essas são coisas que podem, realmente, roubar muito do nosso tempo, se deixarmos. Mas, com alguma disciplina e método, podemos domar esses vilões e gerenciarmos o nosso tempo pessoal em favor do nosso próprio benefício. Algumas ferramentas simples de planejamento podem ser muito eficientes nesse aspecto, produzindo grandes resultados e colaborando para a conquista do objetivo maior: aplicar o nosso tempo nas várias funções que estabelecemos como necessárias, úteis, prioritárias ou prazerosas e alcançar um nível saudável de equilíbrio nas parcelas dedicadas ao trabalho, ao lazer, ao divertimento e ao convívio com a família e com os amigos. Tudo isso, sem que sejamos dominados pelo sentimento de culpa quando, segundo o nosso planejamento, deixamos de nos matar no trabalho ou em outras atividades dispensáveis, improdutivas ou desconfortáveis.


No entanto, existe um monte de outros vilões que roubam o nosso tempo e que não conseguimos domar ou controlar individualmente. São coisas que escapam do nosso controle pessoal e que só podem ser alteradas em ações coletivas, coordenadas e amplas. Refiro-me, por exemplo, à questão da mobilidade urbana, principalmente nas grandes cidades. Quanto tempo passamos no trânsito difícil, quando nos deslocamos de casa para o trabalho? O tempo a mais gasto nesse sofrido percurso, acaba sendo roubado dos nossos momentos de lazer, diversão ou convívio familiar. Mas, ninguém, isoladamente, consegue melhorar a nossa infraestrutura viária ou de transporte. Isso é, antes de mais nada, um dever do Estado, para cuja viabilização seria necessária uma mudança de prioridades na gestão pública.


Quanto tempo perdemos em filas intermináveis, muitas vezes formadas para que cada cidadão cumpra uma exigência ou formalidade descabida? Mais uma vez, é um tempo que não conseguimos administrar pessoalmente e que acaba sendo roubado das atividades que, de fato, seriam importantes para nós mesmos. Também no caso deste exemplo, nenhum cidadão consegue, isoladamente, modificar o ambiente extremamente burocrático que se instalou no país e que é a causa direta, não só da formação das filas imensas e desconfortáveis, como também, e principalmente, da obrigação do atendimento de formalidades e exigências desnecessárias ou descabidas. Para tanto, seria necessária uma mobilização coletiva em favor da adoção de um modelo mais racional e eficiente de gestão pública.


Quero encerrar esse tópico com a abordagem de outro fator importante: a relação entre eficiência e tempo de trabalho. Em geral, os brasileiros trabalham muito, gerando estresse e comprometimento de muitas das suas horas diárias. Mas, infelizmente, apesar de trabalharmos muito, produzimos pouco. A nossa eficiência geral é muito baixa em quase todos os setores econômicos. Para mudarmos a nossa produtividade (fazendo mais em menos tempo) precisamos de muito investimento em tecnologia (processos mais avançados, mais e melhores equipamentos, etc.) e em facilidades (transporte, energia, comunicações, etc.). Essa também é uma questão que exige mudanças de prioridades e de diretrizes da estrutura pública de comando. Mas, se quisermos alcançar um estilo de vida mais saudável, com mais prosperidade, segurança e conforto – e com muito mais resultado – é nessa direção que temos que concentrar os nossos esforços coletivos. E ganharmos tempo!

  • COMPARTILHE:

15 comentários para "Problemas na Gestão do Tempo"

NILTON CESAR DOS SANTOS
NILTON CESAR DOS SANTOS disse: 07 novembro 2013
Grato pelas colocações de extrema relevância , assim que tiver a oportunidade estarei respondendo com resultados ! BOM DIA ; NILTON SANTOS (loja e plantão : PLANALTO ).
NILTON SANTOS
NILTON SANTOS disse: 07 novembro 2013
Grato pelas colocações de extrema relevância , assim que tiver a oportunidade estarei respondendo com resultados ! BOM DIA ; NILTON SANTOS (loja e plantão : PLANALTO ).
werbeth
werbeth disse: 08 novembro 2013
sei muito bem o que é isso na vida de corretor sobre sai melhor aquele que sabe administrar seu tempo de maneira produtiva,na hora do trabalho nada de conversa paralela com amigos,nada de usar telefone para conversar assunto que não seja sobre o seu trabalho,internet apenas para responder os clientes,na hora de almoçar fazer andando a caminho do proximo cliente,para não perder tempo.....com o tempo você se transforma o homem do tempo.....ganhara muito dinheiro para não desfrutar nada pois o maior tempo da sua vida ja perdeu em não ver seus filhos crecer diante do seu nariz......
para que tanto absurdo e ganancia em busca de dinheiro pois quando morrer não levara nada com vc...ame o proximo de maneira unica e sera muito mais feliz....
abraço do seu colaborador nordestino de uberaba. bons negocios na hora de contar o lucro conti comigo.
werbeth mrv
werbeth mrv disse: 08 novembro 2013
sei muito bem o que é isso na vida de corretor sobre sai melhor aquele que sabe administrar seu tempo de maneira produtiva,na hora do trabalho nada de conversa paralela com amigos,nada de usar telefone para conversar assunto que não seja sobre o seu trabalho,internet apenas para responder os clientes,na hora de almoçar fazer andando a caminho do proximo cliente,para não perder tempo.....com o tempo você se transforma o homem do tempo.....ganhara muito dinheiro para não desfrutar nada pois o maior tempo da sua vida ja perdeu em não ver seus filhos crecer diante do seu nariz......
para que tanto absurdo e ganancia em busca de dinheiro pois quando morrer não levara nada com vc...ame o proximo de maneira unica e sera muito mais feliz....
abraço do seu colaborador nordestino de uberaba. bons negocios na hora de contar o lucro conti comigo.
werbeth ribeiro
werbeth ribeiro disse: 08 novembro 2013
sei muito bem o que é isso na vida de corretor sobre sai melhor aquele que sabe administrar seu tempo de maneira produtiva,na hora do trabalho nada de conversa paralela com amigos,nada de usar telefone para conversar assunto que não seja sobre o seu trabalho,internet apenas para responder os clientes,na hora de almoçar fazer andando a caminho do proximo cliente,para não perder tempo.....com o tempo você se transforma o homem do tempo.....ganhara muito dinheiro para não desfrutar nada pois o maior tempo da sua vida ja perdeu em não ver seus filhos crecer diante do seu nariz......
para que tanto absurdo e ganancia em busca de dinheiro pois quando morrer não levara nada com vc...ame o proximo de maneira unica e sera muito mais feliz....
abraço do seu colaborador nordestino de uberaba. bons negocios na hora de contar o lucro conti comigo.
werbeth ribeiro dos inocentes
werbeth ribeiro dos inocentes disse: 08 novembro 2013
sei muito bem o que é isso na vida de corretor sobre sai melhor aquele que sabe administrar seu tempo de maneira produtiva,na hora do trabalho nada de conversa paralela com amigos,nada de usar telefone para conversar assunto que não seja sobre o seu trabalho,internet apenas para responder os clientes,na hora de almoçar fazer andando a caminho do proximo cliente,para não perder tempo.....com o tempo você se transforma o homem do tempo.....ganhara muito dinheiro para não desfrutar nada pois o maior tempo da sua vida ja perdeu em não ver seus filhos crecer diante do seu nariz......
para que tanto absurdo e ganancia em busca de dinheiro pois quando morrer não levara nada com vc...ame o proximo de maneira unica e sera muito mais feliz....
abraço do seu colaborador nordestino de uberaba. bons negocios na hora de contar o lucro conti comigo.
werbethmrv
werbethmrv disse: 08 novembro 2013
sei muito bem o que é isso na vida de corretor sobre sai melhor aquele que sabe administrar seu tempo de maneira produtiva,na hora do trabalho nada de conversa paralela com amigos,nada de usar telefone para conversar assunto que não seja sobre o seu trabalho,internet apenas para responder os clientes,na hora de almoçar fazer andando a caminho do proximo cliente,para não perder tempo.....com o tempo você se transforma o homem do tempo.....ganhara muito dinheiro para não desfrutar nada pois o maior tempo da sua vida ja perdeu em não ver seus filhos crecer diante do seu nariz......
para que tanto absurdo e ganancia em busca de dinheiro pois quando morrer não levara nada com vc...ame o proximo de maneira unica e sera muito mais feliz....
abraço do seu colaborador nordestino de uberaba. bons negocios na hora de contar o lucro conti comigo.
Horácio Habitcasa
Horácio Habitcasa disse: 07 dezembro 2013
ILUSTRE RUBENS MENIN

Primeiramente, gostaria de felicitá-lo por este importante veículo de debate. Confidencio que a contar desta estarei sempre acompanhando seus comentários. Pesquisando sobre o tema em destaque, me deparei com seu expressivo BLOG, que em sua essência, transborda o prazer da leitura baseado nos assuntos de grande repercussão no mercado imobiliário atual, na qual, tomo a liberdade de agregar o meu comentário.
Como todo ser humano, buscamos a qualidade de vida ideal para seguirmos nossa vida com o mínimo de conforto e prazer através da nossa atividade profissional, no entanto, o relógio nunca é o amigo de todas as horas. A cada minuto, somos bombardeados com novas notícias e experiências, ou seja, o mundo está ON-LINE de verdade. Agora, quem não acordou para esta nova fase, realmente necessita de preparo para o futuro.

Diariamente, novas oportunidades surgem frente a administração do tempo e principalmente do dinheiro, cito um exemplo: O simples fato de pagar uma conta. Fiquei abismado ao saber que o meu banco proporcionou uma nova modalidade de pagamento em boleto bancário através da câmera do meu celular. Ou seja, graças a Deus, fila nunca mais. Outra, foi criado neste ano pela SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA PREFEITURA DE GUARULHOS, através dos técnicos do Departamento de Relações de Abastecimento, um espaço para divulgar os valores dos alimentos e produtos mais utilizados na cesta básica.
Periodicamente a prefeitura informa a oscilação de valores de cada produto em cada estabelecimento da cidade, objetivando a economia e mobilidade de tempo para o moradores para quem busca do menor preço, dentre outros.
Contudo, é prudente "HOJE" administramos o nosso tempo através das inúmeras tecnologias oferecidas, para que possamos desfrutar o lado bom que vida pode nos oferecer, nos tornando assim, um verdadeiro Gestor pessoal.

Obrigado pela oportunidade do espaço, e a todos um forte abraço!

Horácio - Consultor na Imobiliária Habitcasa
Sp.07/12/13
Felipe Vizerra Dos Santos
Felipe Vizerra Dos Santos disse: 13 fevereiro 2014
Concordo com Horácio, blog sensacional com conteúdo riquíssimo. Parabéns Rubens !
Maria do P Socorro
Maria do P Socorro disse: 08 março 2014
Excelente e sempre oportuna reflexão! Tema que nos induz a buscar alternativas de desvios destes vilões e o mais difícil deles é nossa falta de disciplina e escolhas, pois, apesar da deficiência quanto à mobilidade urbana e à burocracia, devemos optar por prioridades e na necessidade de vivermos "momentos mágicos", tudo a seu tempo: se estamos em Família não discutimos trabalho; se estamos na Igreja não nos comportamos como em um palco e se... tantos momentos!
Humm, hoje perguntei à minha irmã como estava Mamãe, pelo Whatsapp!! poderia ter ligado pra ela ou direto para Mamãe!!
Douglas Malheiro de Brito
Douglas Malheiro de Brito disse: 11 março 2014
Rubens,

Lendo esse artigo sobre gestão de tempo e a discussão abordada entre a eficiência e tempo despendido, não tive como não relacionar o tema com o cotidiano das obras de construção civil. Existem autores que afirmam que a construção civil é a única "indústria" que não elevou seus índices de produtividade nas últimas décadas, o contrário do que vem ocorrendo nas indústrias químicas ou automobilísticas, por exemplo.

Considero que essa estagnação na produtividade e o desperdício comum no setor, os quais elevam consideravelmente os custos e impedem o cumprimento dos prazos e dos padrões de qualidade, estão associados ao caráter ainda manual que a construção civil emprega em seus processos. Vemos atitudes tímidas sendo tomadas para industrializar os processos e realizar inovações tecnológicas, as quais, muitas vezes, não são bem avaliadas quando se calcula o custo isolado da mudança, sem mensurar e analisar os ganhos reais em um contexto global.
Para mim, o começo da mudança nesse panorama se iniciou com o surgimento do BIM - Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção. Essa nova forma de pensar da engenharia civil que modifica toda a mentalidade dos envolvidos em concepção, projeto, execução, gerenciamento e uso das edificações. Na área de gerenciamento, o BIM permite o desenvolvimento dos chamados Modelos 4D, os quais permitem visualizar a simulação da execução da obra a partir da associação do projeto em 3D com o planejamento estabelecido para a construção nos softwares tradicionais.

Em um dos seus inúmeros usos, essa nova tecnologia combate um dos principais problemas que os construtores e as técnicas tradicionais de planejamento possuem: a dificuldade de se visualizar a obra no espaço e, consequentemente, planejá-la e acompanhá-la apropriadamente. Modelos 4D permitem simular alternativas construtivas, planos de ataque, sequências de execução, detectar interferências com elementos temporários e de canteiro, reduzir riscos de segurança, acompanhar e controlar a obra, identificar discrepâncias entre o planejado e o executado, melhorar a comunicação entre os níveis gerenciais, compatibilizar projetos de áreas diferentes, dentre outras facilidades, reduzindo custos, retrabalhos, os quais são os maiores vilões do gerenciamento de projetos.

Gostaria de saber a sua opinião quanto ao uso das tecnologias de informação na construção civil e da importância de uma grande empresa em ter um processo de planejamento e controle adequado e eficiente. Existe a discussão e a possibilidade da MRV implantar o BIM em seus processos? Ou pelo menos alguns dos seus usos, como os voltados para o gerenciamento? Creio que seria muito importante e de um potencial imensurável em relação ao tripé: prazo, custo e qualidade, além do pioneirismo em frente à maioria das empresas brasileiras.

Ressaltar a importância desse blog, twitter e outros meios de comunicação utilizados para discutir assuntos relevantes como esse e a oportunidade de interagir, trazer informações privilegiadas e promover uma boa discussão.

Sds,

Douglas Malheiro de Brito
Assunta
Assunta disse: 07 abril 2015
da hora o conteudo

Deixe uma resposta O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Eficiência na Gestão Pública

Publicado em 30 setembro 2015

7 comentários

O atendimento no sistema público de saúde já vem sendo questionado e criticado pelos brasileiros há muito tempo. De fato, ao contrário de muitas outras nações (inclusive algumas tidas como desenvolvidas) optamos, aqui, por um sistema básico de saúde, de natureza pública, para assistência gratuita e universal. Foi uma decisão política nacional que vem se consolidando ao longo do tempo, criando expectativas de direitos e, por isso mesmo, alimentando as justas queixas pelas deficiências...
Leia mais »

A importância do Capital Cívico para uma nação

Publicado em 25 agosto 2015

14 comentários

No item anterior deste blog mencionei o livro de Alain Peyrefitte, publicado no Brasil com o título "A Sociedade de Confiança", É uma esplêndida obra de referência. Nela, o intelectual francês e homem de larga experiência política (onze vezes ministro de Estado) apresentou dados copiosos para embasar a suas convicções de como teriam ocorrido o desenvolvimento europeu e a estruturação das sociedades naquele continente. No conjunto, ressalta a proeminência da "confiança", ingrediente essencial...
Leia mais »

Filantropia

Publicado em 11 agosto 2015

3 comentários

Muito já se especulou e se disse sobre a influência das raízes culturais (incluindo valores, princípios e circunstâncias) sobre as atitudes e comportamentos característicos dos diversos povos e sociedades. Não pretendo aventurar-me nesses meandros sociológicos e filosóficos, tanto porque muitos ainda comportam preferências e controvérsias, como também e principalmente pelo fato de que pretendo abordar, no espaço restrito deste tópico, apenas os hábitos nacionais relacionados com a filantropia,...
Leia mais »

A Falta de Engenheiros no Brasil

Publicado em 24 junho 2015

1 comentários

Na série "A Engenharia e Seu Ensino – (1) a (5)" que desenvolvi neste mesmo blog entre fevereiro e março de 2013, complementada ao final daquele ano pelo tópico "Mais Engenharia e Mais Engenheiros", examinei detalhadamente a carência brasileira por esse tipo de profissional e as características especiais do ensino nacional nesse particular. Cerca de dois anos depois é inevitável que eu volte ao assunto, atualizando idéias e agregando aspectos especiais do momento atual. Ainda faltam...
Leia mais »

Capacidade de Gestão

Publicado em 07 maio 2015

6 comentários

Desta vez, começo este tópico com um depoimento pessoal, mas que pode ser de grande utilidade para introduzir as questões que pretendo enfatizar aqui. Estive recentemente com um grande investidor estrangeiro, que havia acreditado no Brasil e investido aqui quantidades significativas de capital. Esse investidor estrangeiro perdeu, no período mais recente, com as dificuldades enfrentadas pela economia nacional, volumes financeiros razoáveis e estava justamente consolidando as suas estratégias...
Leia mais »